top of page

A cúrcuma só funciona se prescrita junto com a piperina?

Atualizado: 7 de dez. de 2022


Atualmente o uso de compostos bioativos como estratégias para melhorar a saúde vem extensamente estudado, isso porque contém inúmeros componentes, como os flavonóides que possuem atuações desde a modulação da inflamação até manejo de doenças. Porém, em sua maioria possuem baixa biodisponibilidade quando suplementados via oral.


À vista disso, a cúrcuma ( Cúrcuma longa L.) é uma planta membro da família do gengibre e está entre as plantas mais estudadas atualmente, principalmente quando se trata da sua biodisponibilidade. Dentre diversas estratégias sugeridas, está o uso da piperina, mas será que a cúrcuma só funciona se prescrita junto com a piperina?


Quem é a piperina?


A piperina é um composto natural encontrado na camada externa da pimenta-do-reino ( Piper nigrum ) e é responsável por seu sabor pungente. Dentre seus diversos efeitos, ela possui a capacidade de aumentar a biodisponibilidade da curcumina pela inibição da biotransformação, especialmente a glucuronidação no fígado e no intestino delgado.


Piperina e cúrcuma


A curcumina, principal curcumonide da cúrcuma, em si é pouco absorvida durante a digestão e rapidamente metabolizada e eliminada, razão pela qual se observou que existem algumas substâncias como a piperina que aumentam a sua biodisponibilidade.


Um fator importante no aumento da biodisponibilidade da curcumina é o uso de adjuvante que bloqueia suas vias metabólicas. A biodisponibilidade deste polifenol pode ser limitada por glucuronidação intestinal e hepática. A piperina é capaz de inibir a glucuronidação da curcumina e seu consequente metabolismo pela fase II, sendo assim, pode ser administrada concomitantemente com a curcumina para aumentar a biodisponibilidade


Em um estudo realizado com humanos, quando 20mg de piperina foram administrados por via oral com 2g de curcumina, os níveis séricos foram significativamente maiores em até 1 hora após a ingestão, aumentando a biodisponibilidade total em 2.000%.


Além disso, não foi observada toxicidade nos indivíduos que participaram deste, porém aumentar a biodisponibilidade da curcumina por meio da inibição do metabolismo de fase II deve ser um fator cuidadosamente avaliado, uma vez que diferentes xenobióticos são metabolizados por essa via também.


Então a cúrcuma só funciona se prescrita junto com a piperina?


De acordo com a literatura, embora a piperina seja um importante composto que como vimos anteriormente pode auxiliar na biodisponibilidade da cúrcuma, existem outras estratégias que também atuam no aumento da sua absorção tais como: sistemas de entrega coloidais como emulsões, nanoemulsões, microemulsões, nanopartículas lipídicas sólidas, nanopartículas de biopolímeros, microgéis, entre outros. Portanto, não será somente a piperina que irá garantir a biodisponibilidade da cúrcuma, existem inúmeros fatores fisiológicos e bioquímicos que influenciam sua absorção.


Referências bibliográficas

JABCZYK, Marzena et al. Curcumin and Its Potential Impact on Microbiota. Nutrients, [S.L.], v. 13, n. 6, p. 2004-2009, 10 jun. 2021. MDPI AG. http://dx.doi.org/10.3390/nu13062004.


SHOBA, Guido; JOY, David; JOSEPH, Thangam; MAJEED, M.; RAJENDRAN, R.; SRINIVAS, P.. Influence of Piperine on the Pharmacokinetics of Curcumin in Animals and Human Volunteers. Planta Medica, [S.L.], v. 64, n. 04, p. 353-356, maio 1998. Georg Thieme Verlag KG. http://dx.doi.org/10.1055/s-2006-957450.


PRASAD, Sahdeo; TYAGI, Amit K.; AGGARWAL, Bharat B.. Recent Developments in Delivery, Bioavailability, Absorption and Metabolism of Curcumin: the golden pigment from golden spice. Cancer Research And Treatment, [S.L.], v. 46, n. 1, p. 2-18, 15 jan. 2014. Korean Cancer Association.http://dx.doi.org/10.4143/crt.2014.46.1.2.

2.971 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page