Conheça as vantagens dos remédios manipulados



As farmácias de manipulação ou magistrais têm ganhado destaque nos últimos anos, com papel importante para a sociedade. A indústria farmacêutica tradicional oferece os medicamentos em dosagens padronizadas o que nem sempre atendem às necessidades dos indivíduos, e naturalmente ocorre a necessidade de ajuste de doses medicamentosas, formas e apresentações de acordo com a especificidade de cada paciente, seguindo estritamente o que foi prescrito pelo médico. Esse tipo de ajuste, individualizado só é possível pela manipulação de medicamentos nas farmácias magistrais.

A indústria farmacêutica oferece apresentações restritas de um medicamento. Já as farmácias magistrais produzem o mesmo medicamento em diversas formas, apresentações e concentrações permitindo melhor e maior adequação a necessidade de cada paciente, produzindo assim medicamentos de diversas formas para diferentes público como o infantil, com preparações líquidas ou em gomas que facilitam a administração e consequentemente a aceitação.

A manipulação de fármacos e suplementos permite a individualização do plano terapêutico proposto pelo profissional e atendendo assim a dosagem, forma a apresentação adequada para que se possa obter o resultado esperado. Além disso, por meio da manipulação de fármacos e suplementos é possível o paciente ter acesso a medicamentos que a indústria farmacêutica parou de produzir.

Neste caso podemos incluir os pacientes com necessidades específicas como terminais, de traumatologia (atletas amadores, profissionais ou olímpicos), em tratamento de reposição hormonal, pacientes hipersensíveis ou alérgicos a produtos industrializados como cosméticos, pasta de dente, xampu, sabonete, entre outros.

Especificamente, no tratamento do câncer envolve ainda combinações, uso de drogas concomitantes que apenas existem devido à possibilidade de manipulação em farmácias, bem como os medicamentos especiais para cirurgias oftálmicas ou ortopédicas que podem não estar disponíveis comercialmente.

As farmácias de manipulação podem preparar medicamentos para serem inalados ou aplicados por via tópica, transdérmica e retal, permitindo assim, que o tratamento seja realizado da melhor forma para o paciente, com a melhora do quadro clínico ou status da performance melhorado.

Quando avaliado e liberado pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a Farmácia Magistral e farmacêuticos especializados podem manipular medicamentos que ainda não estão disponíveis comercialmente e que são utilizados normalmente em estudos clínicos. A Farmácia Magistral presta um relevante serviço à classe médica e outros profissionais da saúde, como nutricionistas, ao oferecer opções e possibilidades terapêuticas que melhor se adequam às necessidades dos pacientes.


No Brasil, as farmácias de manipulação apresentam uma característica diferenciada, que é a oferta de medicamentos, a preços mais baixos, mesmo aqueles já disponibilizados pela indústria farmacêutica.

Neste contexto, o profissional farmacêutico busca ao paciente o uso racional de medicamentos, avaliando a necessidade da terapia farmacológica, de modo efetivo, seguro, cômodo e com custo acessível, segundo a Resolução da Diretoria Colegiada nº 67, de 8 de outubro de 2007 (RDC 67/07).


Sendo assim, os fármacos e suplementos produzidos neste estabelecimento atendem as doses específicas, na forma farmacêutica adequada e na quantidade suficiente para o tempo de tratamento definido pelo profissional, que podem ser adequados às necessidades de cada paciente, proporcionando uma melhor qualidade de vida.

A história da farmácia brasileira, tem como destaque a manipulação de medicamentos, com a oferta de uma alternativa segura para obtenção de formulações farmacêuticas personalizadas, resgatando a importância do profissional nos estabelecimentos farmacêuticos, praticando a atenção farmacêutica. E desde então, o mercado nacional adequou-se às novas regras, de forma a garantir a qualidade, eficácia e segurança destes medicamentos.


Referência:


DIAS, Kays; FREY, Jaqueline; MARQUEZ, Carolinne; As vantagens dos medicamentos manipulados x medicamentos industrializados. Revista Ibero-Americana de Humanidades, Ciências e Educação. São Paulo, v. 6.n.12, dez. 2020. ISSN - 2675 – 3375.