Corebiome: saiba como a saúde intestinal pode impactar no seu sono

O corebiome é uma combinação de três moléculas de ácido butírico, conhecido também como butirato, ligadas ao glicerol, formando a tibutirina. O butirato é um dos principais produtos produzidos de forma endógena pelas bactérias benéficas que colonizam o trato gastrointestinal (TGI) por meio da fermentação das fibras não digeríveis, por este motivo o Corebiome é considerado um pós-biótico.


Ele possui ações de extrema importância na homeostase do organismo, pois é rapidamente absorvido pelas células do cólon, conhecidas como colonócitos. As suas ações são apresentadas no manuseio de sintomas gastrointestinais, como o desconforto e até mesmo a diarreia, também é visto melhora da permeabilidade intestinal, inibição de bactérias patogênicas e uma nova estratégia no manejo do paciente sensível ao consumo de fibras.


A melhora na barreira intestinal é uma das ações mais importantes do butirato no trato gastrointestinal (TGI), ela acontece através da ação epigenética do butirato com um inibidor de uma classe de enzimas, chamadas histonas deacetileases (HDAC). A inibição das HDAC resulta em um aumento da expressão gênica das proteínas de oclusão, como a ocludina, que são responsáveis pela manutenção da barreira, promovendo melhora importante nos casos de síndrome do intestino permeável. Por sua vez, o butirato através da beta oxidação mitocondrial, melhora a disponibilidade energética para o colonócito, processo essencial para a manutenção da barreira intestinal e para o efeito trófico da mucosa intestinal.


Além disso, age através da melhora da permeabilidade intestinal, inibindo a translocação bacteriana, atuando na inibição pró inflamatória, como IL-4, IL-12, TNF-α e IFN-y, e também ajuda na modulação do controle glicêmico, além de que ajuda a melhorar e modular os níveis de GLP-1, que é um hormônio que aumenta a secreção de insulina e inibe a produção de glicose pelo fígado.


⦁ Relação intestino e sono

Uma microbiota saudável tem grandes reflexos positivos nas funções do organismo, principalmente no sono Uma microbiota saudável tem reflexos positivos nas funções do organismo, principalmente no sono. Os metabólitos microbianos intestinais, dentre eles, o butirato, influenciam a expressão do gene relacionado ao ciclo circadiano e a duração do sono. Tanto a fragmentação quanto a curta duração do sono estão associadas à disbiose intestinal. Dessa forma, a suplementação de butirato parece auxiliar na promoção do sono de qualidade.


É recomendado o uso de 300mg/dia de corebiome por via oral, uma vez ao dia, para o tratamento de condições gastrointestinais, é recomendada a ingestão de 900mg, dividido em três vezes ao dia. Tem como vantagem ser um produto anti-inflamatório em sua forma final para ser absorvido pelos colonócitos e é absorvido e disponibilizado de maneira lenta no intestino após a ação da lipase e não causa picos e quedas na concentração sérica. É contraindicado a associação com medicamentos inibidores de lipase.

Para saber mais sobre esse assunto, indico esses artigos e materiais:


KASUBUCHI, Mayu et al. Dietary gut microbial metabolites, short-chain fatty acids, and host metabolic regulation. Nutrients, v. 7, n. 4, p. 2839-2849, 2015. Acesso em: 18 jul. 2021.


SZENTIRMAI, Éva et al. Butyrate, a metabolite of intestinal bacteria, enhances sleep. Scientific reports, v. 9, n. 1, p. 1-9, 2019. Acesso em: 26 jul. 2021


45 visualizações0 comentário