top of page

Descubra as aplicabilidades da quercetina

Atualizado: 7 de dez. de 2022


Desde o início da pandemia do Covid-19, diversos suplementos que mal eram conhecidos do público geral ganharam bastante notoriedade, como é o caso da quercetina. Para você entender melhor sobre este composto, a quercetina é pertencente ao grupo dos flavonóides assim, apresenta importante atividade antioxidante e pode ser encontrada naturalmente na cebola, maçã, couve, brócolis, cerejas, alguns chás e também consumida através de suplementos.


Agora, mas como a quercetina pode beneficiar o paciente?


Ao atuar regulando os níveis de glutationa, a quercetina aumenta a capacidade antioxidante do organismo, diminuindo assim as espécies reativas de oxigênio (EROS) que causam dano oxidativo e aumentando a atividade de enzimas com funções antioxidantes, além do seu importante papel na modulação do sistema imunológico. Dessa forma, a quercetina torna-se um flavonóide com potente ação medicinal oferecendo proteção contra diversas doenças e funcionando como um nutracêutico.

Dentre os principais efeitos da quercetina no organismo, vamos destacar os seguintes:


  • Efeito em tumores: A quercetina pode ser usada na prevenção da propagação de vários tipos de câncer, como o de próstata, fígado, pulmão, mama e colo do útero. Esse efeito anticâncer é desencadeado pela modulação de marcadores de estresse oxidativo e enzimas antioxidantes.

  • Reparação de lesões: Por ter efeitos sobre a ativação, inibição e regulação das vias de transdução de sinal, melhorando o estado antioxidante, a quercetina irá auxiliar na reparação de lesões como lesão na medula espinhal e aterosclerose.

  • Efeito nas doenças cardíacas: Ao atenuar a superprodução de EROS, a quercetina irá atuar diminuindo o estresse oxidativo e a inflamação, prevenindo assim, lesões causadas por esse estresse, como o infarto agudo do miocárdio.

  • Prevenção e tratamento da depressão: Por regular os marcadores de estresse oxidativo, a quercetina é responsável por evitar danos neurais e o estresse crônico induzido pelas complicações neurológicas.

  • Tratamento e prevenção de doenças: A quercetina também está relacionada no tratamento e prevenção de lesão pulmonar, diabetes tipo 2 e enterocolite necrosante, tudo isso ao reduzir os níveis de marcadores de estresse oxidativo e aumentar a atividade de enzimas antioxidantes.


Portanto, a quercetina pode ser uma grande aliada do seu paciente na melhora da saúde metabólica, de forma a que haja a diminuição do estresse oxidativo, dentre outras aplicabilidades importantíssimas a saúde.


Referências bibliográficas

Marunaka Y, Marunaka R, Sun H, et al. Actions of Quercetin, a Polyphenol, on Blood Pressure. Molecules. 2017;22(2):209. Published 2017 Jan 29. doi:10.3390/molecules22020209


Xu D, Hu MJ, Wang YQ, Cui YL. Antioxidant Activities of Quercetin and Its Complexes for Medicinal Application. Molecules. 2019;24(6):1123. Published 2019 Mar 21. doi:10.3390/molecules24061123


212 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page