top of page
  • iara124

Ginseng: você sabia de sua ação para a libido?



O ginseng é uma planta que já é utilizada na medicina tradicional chinesa a muito tempo e é conhecida por suas propriedades estimulantes e revitalizantes. Existem diversas espécies dessa planta, mas as mais comuns são o ginseng americano e o ginseng asiático.

Ultimamente, o ginseng vem sendo utilizado para aprimorar outros quesitos da saúde, como o desejo e o desempenho sexual. Seu efeito afrodisíaco leva a uma melhoria na resposta sexual, tanto em homens quanto em mulheres.

De acordo com os estudos, o ginseng é responsável por aumentar a libido, através dos ginsenosídeos presentes em sua composição. Estes são responsáveis por mediar as concentrações de óxido nítrico (NO) presentes na circulação sanguínea. Como o NO é um potente vasodilatador, uma das respostas fisiológicas ao ginseng é o relaxamento muscular peniano, fator fundamental para manter as relações, o desejo sexual e reduzir a disfunção erétil.

Em relação ao NO, o ativo atua de outra forma nos indivíduos. De acordo com estudos clínicos, ao aumentar a circulação sanguínea, o ginseng favorece a obtenção e a manutenção de ereções, melhorando a função erétil, a rigidez peniana e a satisfação sexual em homens com problemas de ereção. Logo, ele é eficaz no tratamento da disfunção erétil

Ainda, o ginseng possui uma ação protetora contra o estresse oxidativo. Os ginsenosídeos potencializam as enzimas responsáveis pelo sistema antioxidante já encontrado no corpo humano. Dessa forma, as espécies reativas de oxigênio são excretadas de forma inofensiva. Dito isso, o composto atua através da ação protetora contra o estresse oxidativo nos vasos sanguíneos e tecidos penianos, ajudando a restaurar sua função fisiológica.

Além disso, a libido também é um fator alterado pelo ginseng, uma vez que ele modula os níveis séricos de testosterona. A testosterona é um hormônio importante que influencia o desejo sexual, o qual é produzido pelo próprio organismo. Assim, ao induzir a produção da testosterona, o ginseng consegue melhorar o comportamento copulatório, a satisfação e a libido.

Por fim, os ginsenosídeos presentes no ginseng também possuem propriedades

adaptogênicas, isto é, auxiliam o organismo a lidar com estresse mental e físico. Uma vez que a saúde mental está diretamente ligada à libido, pode-se assumir que o ginseng também atua nesta função.


Referências Bibliográficas:

NOCERINO, Emilia; AMATO, Marianna; A IZZO, Angelo. The aphrodisiac and adaptogenic properties of ginseng. Fitoterapia, [S.L.], v. 71, p. 1-5, ago. 2000. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/s0367-326x(00)00170-2.


RADAD, Khaled; GILLE, Gabriele; LIU, Linlin; RAUSCH, Wolf-Dieter. Use of Ginseng in Medicine With Emphasis on Neurodegenerative Disorders. Journal Of Pharmacological Sciences, [S.L.], v. 100, n. 3, p. 175-186, 2006. Japanese Pharmacological Society. http://dx.doi.org/10.1254/jphs.crj05010x.


1.508 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page