Inflamação e Resveratrol

A inflamação é uma resposta natural do organismo frente à alguma infecção ou lesão. Essa resposta tem como principal objetivo tentar manter a homeostase dos tecidos diante de condições que geram estresse.



Esse mecanismo é complexo e muito bem regulado, e serve como um primeiro mecanismo de defesa do corpo para tentar conter patógenos, diminuir danos ao organismo e estimular mecanismos de rápido reparo, por isso pode-se dizer que o processo inflamatório é indispensável para saúde humana.

Existem dois tipos de inflamação. A inflamação aguda se inicia quando células residentes do tecido afetado detectam o trauma ou patógeno e enviam sinalizações que geram o aumento da resposta inflamatória; normalmente esse processo é rápido e eficiente levando à melhora da inflamação e restauração da homeostase do tecido. A inflamação crônica é quando ocorre o prolongamento ou alteração da resposta inflamatória.

Sabe-se que a inflamação pode ser tratada com uso de fármacos, como os anti-inflamatórios não esteroidais ou com glicocorticóides, porém após longos períodos de uso, pode-se notar resistência que o organismo cria, aos efeitos desses fármacos. Por isso, cada vez mais existe a necessidade de encontrar novos tratamentos para inflamação, que sejam seguros e eficazes.

Diversos estudos mostram que, substâncias fitoquímicas de frutas e vegetais tem grande potencial anti-inflamatório e antioxidante, e por isso podem exercer efeitos benéficos relevantes na diminuição da inflamação. Dentre diversas substâncias bioativas, o Resveratrol é amplamente estudado e conhecido.

O Resveratrol pode ser encontrado em frutas, principalmente uva, vegetais, cacau e vinho. Esse composto bioativo atua modulando enzimas de diversas classes como, lipoxigenases, sirtuínas, quinases, e assim pode ser considerado um potente eliminador de radicais livres. Ainda, estudos mostram que o Resveratrol possui propriedades terapêuticas e profiláticas em doenças como diabetes, câncer e doenças cardiovasculares, que estão relacionadas pela ação anti-inflamatória desse composto.

Em relação a inflamação e Resveratrol, sabe-se que esse composto exerce suas propriedades anti-inflamatórias por meio de algumas vias que reduzem a atividade da Ciclooxigenase-1 e Ciclooxigenase-2, conhecidas como COX-1 e COX-2, que são enzimas envolvidas na produção de mediadores pró-inflamatórios. Além disso, estudos mostraram também que o Resveratrol também diminui a ação de uma enzima que é responsável pela produção de Prostaglandina E-2, que é uma substância pró-inflamatória.

Ainda, estudos mostram que o Resveratrol atua inibindo citocinas inflamatórias, quando ocorre aumento da produção das mesmas devido a ligação de LPS com o Receptor Toll Like (TLR). E outros estudos mostram que, outra ação anti-inflamatória do Resveratrol se dá através dos receptores de Estrogênio, já que o Estradiol possui efeitos anti-inflamatórios via Receptor de Estrogênio, e o Resveratrol atua como um antagonista para Receptores de Estrogênio.

Um estudo conclui que o Resveratrol tem grandes efeitos anti-inflamatórios em diversas células, e o efeito anti-inflamatório não está necessariamente relacionado ao estímulo inflamatório. Portanto, o Resveratrol atenua a inflamação e inibe a ativação de substâncias pró-inflamatórias.

Entregamos para todo o Brasil

Horário de Funcionamento
Segunda a Sexta-Feira: 08h às 18h.

 

Endereço
Rua Américo Brasiliense, 1256 Chácara Sto. Antônio - São Paulo - SP

Telefone: 11 5548-0506

  • Instagram

© 2020 Simple Pharma