top of page

Insea 2: o equilíbrio glicêmico para uma vida mais saudável

É amplamente conhecido que a nossa dieta moderna contém uma quantidade excessiva de carboidratos e açúcares, que podem levar a problemas de saúde, como ganho de peso, resistência à insulina e pré-diabetes. O InSea2® surge como uma solução inovadora para combater esses problemas, agindo de maneira efetiva na redução da absorção de carboidratos.


Composto por uma combinação dos polifenóis de Ascophyllum nodosum e Fucus vesiculosus, padronizado em florotaninos, o InSea2® tem a capacidade de inibir as enzimas α-glucosidase e α-amilase, responsáveis pela digestão e assimilação de amido e açúcar. Isso resulta em uma melhora do controle glicêmico, reduzindo a resposta glicêmica após as refeições, bem como os picos de insulina associados.


Qual a relação do Insea2 com a glicemia?

Além disso, o InSea2® contribui para a regulação natural e saudável da glicose, auxiliando na manutenção da sensibilidade à insulina e melhorando a resistência à insulina. Com seus efeitos na gestão de peso, na prevenção de diabetes tipo II e na modulação da digestão e absorção de amido e açúcares, o InSea2® oferece uma abordagem segura e eficaz para uma saúde metabólica equilibrada.


Estudos clínicos realizados com o InSea2® demonstraram sua eficácia na redução dos níveis de insulina e açúcar no sangue, na diminuição da resposta glicêmica pós-prandial e no gerenciamento do índice glicêmico dos alimentos ingeridos. Além disso, o InSea2® melhorou a resistência à insulina, auxiliou na perda de peso e mostrou-se seguro para uso prolongado.


Em conclusão, o InSea2® é uma poderosa ferramenta na luta contra os efeitos negativos do consumo excessivo de carboidratos. Sua capacidade de inibir as enzimas envolvidas na absorção de amido e açúcares o torna um aliado eficaz no controle glicêmico e na prevenção de problemas metabólicos. Ao experimentar o InSea2®, você estará dando um passo importante em direção a uma vida saudável e equilibrada.


Referências Bibliográficas:


Johnston JL, Fanzo JC, Cogill B. Understanding Sustainable Diets: A Descriptive Analysis of the Determinants and Processes That Influence Diets and Their Impact on Health, Food Security, and Environmental Sustainability. Adv Nutr. 2014;5(4):418-429. doi: 10.3945/an.113.005553. 


Thomas DE, Elliott EJ, Baur L. Low glycaemic index or low glycaemic load diets for overweight and obesity. Cochrane Database Syst Rev. 2007;(3):CD005105. doi: 10.1002/14651858.CD005105.pub2. 


American Diabetes Association. Standards of Medical Care in Diabetes - 2021. Diabetes Care. 2021;44(Supplement 1):S15-S33. doi: 10.2337/dc21-S002. 


Evert AB, Dennison M, Gardner CD, et al. Nutrition Therapy for Adults with Diabetes or Prediabetes: A Consensus Report. Diabetes Care. 2019;42(5):731-754. doi: 10.2337/dci19-0014.


GABBIA. The phytocomplex from Fucus vesiculosus and Ascophyllum nodosum Controls Postprandial Plasma Glucose Levels: An in Vitro and In Vivo study in a Mouse Model of NASH. Marine Drugs. 2017.

34 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page