Intestino saudável = vida em equilíbrio

O sistema gastrointestinal desempenha funções essenciais para a manutenção da saúde do indivíduo, como: digestão e absorção de nutrientes, síntese de vitaminas, absorção de água, síntese de hormônios e sinalização de fome e saciedade, função imunológica, afinal 70% das células imunes do nosso organismo estão localizadas no intestino.


Para que se tenha uma boa saúde é fundamental ter uma alimentação saudável, manter-se hidratado, praticar exercício físico regularmente são fatores que influenciam diretamente na colonização adequada da microbiota intestinal e beneficiam na homeostase intestinal.


Microbiota (MI) é o conjunto de microrganismos que povoam o intestino humano, e que em condições adequadas não são capazes de causar doenças ao hospedeiro. Apresenta cerca de 100 trilhões de microrganismos com mais de 1000 espécies diferentes de bactérias conhecidas. Os principais filos bacterianos que compõem o trato gastrintestinal são Firmicutes (~ 60-65%) e Bacteroidetes (~ 20-25%), compondo juntos 90% da população microbiana.


Quando ocorre um desequilíbrio quantitativo e qualitativo dos microrganismos residentes no intestino humano, altera o padrão de resposta imunológico, proporcionando um ambiente mais inflamado e causando à ruptura da barreira intestinal, esse quadro é chamado de disbiose.


Para ler mais informações sobre o assunto, segue o link do artigo: “Microbiota intestinal para a saúde: como a dieta pode manter uma microbiota intestinal saudável?”


Link: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33238627/


Referências bibliográficas

  1. Ferraris, C., Elli, M., & Tagliabue, A. (2020). Microbiota intestinal para a saúde: como a dieta pode manter uma microbiota intestinal saudável ?. Nutrients , 12 (11), 3596. https://doi.org/10.3390/nu1211359

31 visualizações0 comentário