MITBurn e a potencialização do emagrecimento

Muito provavelmente você nutricionista, já sabe sobre os pilares para o emagrecimento saudável: dieta, exercício físico e sono. No que diz respeito à dieta, o déficit energético é uma estratégia chave para que esse processo ocorra. Contudo, hoje aqui no nosso Blog da Simple Pharma, quero te contar sobre como você pode ajudar o seu paciente a potencializar ainda mais o emagrecimento. Hoje, vou te apresentar o MITBurn e a nova via metabólica pela qual ele pode ajudar o seu paciente a alcançar grandes resultados.





O que é o MITBurn?


O MITBurn é um produto feito com base em um ativo chamado ácido oleanólico. Sua descoberta é oriunda de um processo patenteado, seguro e eficaz que consegue obter todos os compostos fenólicos da oliva francesa resultantes de um processo de purificação de uma fração enriquecida da oliva, o ácido oleanólico. Esse ativo é oriundo de oliveiras orgânicas e atua estimulando justamente os processos de lipólise, beta-oxidação e biogênese mitocondrial, nos quais são os principais responsáveis pelo emagrecimento.


O ácido oleanólico, composto ativo do MITBurn, exerce atividade antioxidante e tem ações anti diabéticas, hepatoprotetoras e anti-obesidade, melhorando a adiposidade visceral e a tolerância à glicose. Sendo assim, atua além do estímulo direto às vias mais conhecidas de mobilização e oxidação lipídica, no controle da glicemia e resistência insulínica.


Uma via inovadora


O MITBurn exerce sua ação na biogênese mitocondrial a partir da ativação de uma via inovadora que tem participação de um receptor descoberto recentemente: o receptor TGR5. Esse receptor é mais expresso nos tecidos da pele humana, incluindo na gordura subcutânea. Mais especificamente, esse receptor é importante devido a que é acoplado à proteína G e ligado à membrana plasmática, no qual dispõe de níveis elevados de expressão no fígado, intestino, estômago, baço, e tecido adiposo marrom.


Tal via decorre de que o TGR5 é um fator importante na queima de adipócitos, pois é agonista da ativação e da proliferação mitocondrial. Com mais detalhes, saiba que o TGR5 não é apenas o receptor de ácidos biliares, mas também desempenha papel como receptor de vários agonistas seletivos reguladores de vias de sinalização importantíssimas para o metabolismo energético, como NFkB, AKT e ERK. Essa via inovadora orquestrada pelo receptor TGR5 beneficia-se de que este receptor pode ser um regulador metabólico envolvido na homeostase energética, dos ácidos biliares e do

metabolismo glicídico.


Para encerrar a nossa conversa de hoje, conheça que o MITBurn ativa TGR5 e aumenta a UCP1, sendo essa uma proteína está associada à termogênese, sem contar que o MITBurn regula os genes envolvidos na oxidação de ácidos graxos e atua sobre os adipócitos brancos efetuando o chamado efeito de browning, logo, transformando-os em marrons.


Referências bibliográficas


Pols, T., Eggink, H., & Soeters, M. (2014). TGR5 ligands as potential therapeutics in inflammatory diseases. International Journal of Interferon, Cytokine and Mediator Research, 27. doi:10.2147/ijicmr.s40102

Guo, C., Chen, W.-D., & Wang, Y.-D. (2016). TGR5, Not Only a Metabolic Regulator. Frontiers in Physiology, 7. doi:10.3389/fphys.2016.00646

52 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo