top of page

O Insea® pode ajudar no emagrecimento?


Atualmente, grande parte da população possui uma alimentação baseada em alimentos ricos em açúcares e gordura, o que contribui diretamente para o desenvolvimento de diversas doenças, como a obesidade. Nesse sentido, existem muitos fatores fundamentais que contribuem para o emagrecimento, como: reduzir o peso corporal e a ingestão de calorias, introduzir uma dieta equilibrada e aumentar a prática de atividade física.


Diante disto, as plantas sempre foram uma boa fonte de potenciais contribuintes no manejo de doenças, incluindo também o emagrecimento. Um desses compostos é o InSea®, um combinado dos polifenóis de Ascophyllum nodosum e Fucus vesiculosus que pode ajudar no emagrecimento.


Bloqueio de Carboidratos


O InSea® age inibindo duas enzimas: alfa-glucosidase e alfa-amilase e uma vez inibidas ambas as enzimas, não haverá degradação dos carboidratos, reduzindo a absorção. Portanto os carboidratos não podem ser digeridos e são enviados diretamente ao intestino para sua eliminação através das fezes. Dessa forma, impedindo a degradação dos carboidratos, os mesmos não são absorvidos em sua maioria e se tornam um importante auxiliador no processo de emagrecimento.


InSea® pode ajudar no emagrecimento?


Como vimos, Insea® possui a capacidade de atuar como um bloqueador carboidrato com ação dupla, agindo nas duas principais etapas de absorção de carboidratos presentes no organismo, garantindo ainda mais eficácia. Como sabemos, a alta ingestão de carboidratos torna mais difícil gerenciar efetivamente o peso. O InSea® por sua vez, pode ajudar a manter a glicose no sangue sob controle para facilitar o alcance da perda de peso ou dos objetivos de manutenção de peso, pois os carboidratos não conseguem ser digeridos e eliminados diretamente.


Sendo assim, esse mecanismo pode ser uma alternativa segura para auxiliar o planejamento alimentar para o emagrecimento. Esses efeitos foram observados em um estudo clínico controlado por placebo. Cada participante foi submetido a dois testes de tolerância a 50g de sacarose (ou placebo).


Após o uso de 500mg de InSea® foi reduzido estatisticamente 48,3% de glicose no sangue e inicialmente a secreção de insulina foi reduzida em 22% nos primeiros 30 minutos após o teste de ingestão de alimentos. Além disso, os participantes tiveram perda de peso, seguido de controle glicêmico da refeição padronizada, bem como manutenção do peso por mais 3 meses.


Em conclusão, o InSea® pode ajudar no emagrecimento principalmente pela sua capacidade de bloquear a absorção de carboidratos, promovendo consequentemente melhor controle glicêmico e do peso corporal.


Referências bibliográficas

PARADIS, Marie-Eve; COUTURE, Patrick; LAMARCHE, Benoît. A randomised crossover placebo-controlled trial investigating the effect of brown seaweed (Ascophyllum nodosum and Fucus vesiculosus) on postchallenge plasma glucose and insulin levels in men and women. Applied Physiology, Nutrition, And Metabolism, [S.L.], v. 36, n. 6, p. 913-919, dez. 2011. Canadian Science Publishing. http://dx.doi.org/10.1139/h11-115.


DEROSA, Giuseppe et al. Ascophyllum Nodosum, Fucus Vesiculosus and chromium picolinate nutraceutical composition can help to treat type 2 diabetic patients. Diabetes, Metabolic Syndrome And Obesity: Targets and Therapy, [S.L.], v. 12, p. 1861-1865, set. 2019. Informa UK Limited. http://dx.doi.org/10.2147/dmso.s212429.


GABBIA, Daniela; MARTIN, Sara de. Brown Seaweeds for the Management of Metabolic Syndrome and Associated Diseases. Molecules, [S.L.], v. 25, n. 18, p. 4182-4189, 12 set. 2020. MDPI AG.http://dx.doi.org/10.3390/molecules25184182.

142 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Commenti


bottom of page