top of page

O poder do Okralin™ no emagrecimento: Entenda o papel das fibras solúveis do quiabo na perda de peso


O que é o Okralin™ ?


Trata-se de um ativo natural, obtido através do fruto do Abelmoschus esculentus, também conhecido como okra ou quiabo. Devido à sua origem e forma de extração, conta em sua composição com a presença da pectina, inulina e ácido cítrico. A combinação desses compostos confere ao ativo um poder aglutinante de gordura, responsável pela sua principal função: reduzir a absorção dos lipídios presentes nos alimentos, contribuindo para o processo de emagrecimento.


Dentre as 3 classes de macronutrientes encontradas nos alimentos - carboidratos, proteínas e gorduras ou lipídios - a última é o que apresenta maior quantidade de calorias por grama (9 calorias/grama, mais que o dobro do que os carboidratos e proteínas, que possuem 4 calorias a cada grama). A redução da absorção lipídica é uma maneira de controlar a entrada de calorias no organismo, facilitando o alcance do déficit calórico.


Como as fibras solúveis presentes no Okralin™ estão relacionadas ao seu poder no emagrecimento?


Nos alimentos é possível encontrar diferentes tipos de fibras, carboidratos que não são digeridos nem absorvidos no intestino delgado e requerem a fermentação bacteriana pela microbiota intestinal na porção final do trato gastrointestinal. Dessa forma, as fibras são consideradas um tipo “especial” de carboidrato e, entre si, podem ser divididas nos subgrupos de fibras solúveis ou insolúveis.


As fibras solúveis apresentam como característica físico-química a capacidade de formar géis viscosos quando entram em contato com a água. No intestino, durante o processo digestivo e absortivo, uma série de secreções e o próprio muco intestinal contribuem com moléculas de H2O para que o bolo alimentar consiga deslizar com eficiência.


É nesse ambiente que as fibras presentes no Okralin™ , mais especificamente a inulina e a pectina, são capazes de formar géis que aprisionam a gordura alimentar, impedindo sua absorção. Como essas fibras não são digeridas, acabam passando por todo o trato gastrointestinal intactas, permitindo a absorção de água, a formação do gel e o aprisionamento da gordura.


De forma indireta, essas fibras podem ainda exercer um outro mecanismo de ação que tem relevância para a perda de peso. A porção que chega ao intestino grosso sem ter feito a formação de gel, pode ser fermentada pelas bactérias intestinais da microbiota. Além de proporcionar a proliferação das espécies benéficas, o processo de fermentação também resulta em metabólitos que atuam em porções cerebrais associadas à percepção de saciedade, reduzindo a fome e a ingestão calórica.


E é válido ressaltar ainda, que a formação e a eliminação do gel formado pelo ativo não resultam em nenhum desconforto ou prejuízo para a integridade intestinal. Dessa forma, a introdução do Okralin pode ser uma estratégia interessante para potencializar a perda de peso, ao mesmo tempo que não só preserva, mas também cuida da saúde intestinal do seu paciente.


Referências bibliográficas

Lâmina do fabricante do ativo


Fu, X., Liu, Z., Zhu, C., Mou, H., & Kong, Q. (2018). Nondigestible carbohydrates, butyrate, and butyrate-producing bacteria. Critical Reviews in Food Science and Nutrition, 1–23. doi:10.1080/10408398.2018.1542587


Lattimer JM, Haub MD. Effects of dietary fiber and its components on metabolic health. Nutrients. 2010 Dec;2(12):1266-89. doi: 10.3390/nu2121266.


Durazzo, Alessandra et al. Abelmoschus esculentus (L.): Bioactive components’ beneficial properties— Focused on antidiabetic role—For sustainable health applications. Molecules, v. 24, n. 1, p. 38, 2019. DOI: 10.3390/molecules24010038

1.351 visualizações1 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page