Papel da dieta e estilo de vida associados ao risco de câncer de próstata



A alimentação e o estilo de vida podem estar diretamente associados à saúde da próstata. O organismo humano necessita de uma nutrição adequada, isso porque a alimentação equilibrada a base de nutrientes como vitaminas e minerais é responsável pela manutenção da saúde, promovendo o bem estar e evitando uma série de doenças. O estilo de vida desregrado pode levar também a problemas na próstata, alguns estudos mostram que os fatores mais relevantes no aparecimento do câncer de próstata são associados ao sedentarismo, uso excessivo de bebidas alcoólicas e indivíduos com IMC acima do recomendado.


O Papel da dieta

Um determinado tipo de dieta é considerado como fator de risco para desenvolvimento de câncer de próstata, a dieta rica em gordura saturada e pobre em fibra. O INCA (Instituto Nacional de Câncer) observa que a adoção de hábitos saudáveis no geral evita o aparecimento de doenças, entre elas o câncer. Neste sentido é recomendado aderir a uma dieta rica em fibras, frutas, vegetais, leguminosas, reduzir o consumo de gordura saturada (sobretudo de origem animal) e de bebidas alcoólicas.


Estilo de vida saudável

Lembrando do estilo de vida e como isso pode ter uma grande relação com o aparecimento do câncer de próstata, estudos demonstram que a prática de atividades físicas diárias, a exclusão de fumo e a manutenção de peso podem ser aliadas na prevenção de doenças e do câncer de próstata. Considerando que essa prática não só pode ter relevância no câncer de próstata mas também em diversos tipos de doenças, por isso é recomendado na maioria dos casos.


Para um estudo mais aprofundado sobre o tema, segue algumas sugestões de leitura:

Artigo:

GOMES, Romeu et al . A prevenção do câncer de próstata: uma revisão da literatura. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro , v. 13, n. 1, p. 235-246, fev. 2008 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232008000100027&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 24 maio 2021. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232008000100027.


7 visualizações0 comentário