top of page

Ripfactor ajuda no ganho muscular sustentável?

No universo da musculação e busca por uma forma física saudável, alcançar a hipertrofia muscular é um desafio que demanda tempo, esforço e dedicação. Muitas vezes, buscamos maneiras de acelerar os resultados e obter um ganho muscular mais rápido e eficiente. É nesse contexto que surge o RipFACTOR™, um suplemento desenvolvido com uma combinação de extratos naturais que tem se mostrado.

promissor no auxílio ao ganho de massa muscular e na melhora do desempenho físico.

 

O que é o RipFactor?

O RipFactor™ é composto por ingredientes naturais, como o extrato da flor de Sphaeranthus indicus, utilizado há tempos na medicina Ayurveda, e a mangiferina, proveniente da casca da árvore tropical Mangifera indica, mais conhecida como mangueira. A grande promessa desses componentes é a sua capacidade de acelerar os resultados desejados no treinamento muscular.


Um dos principais mecanismos de ação do RipFactor™ está relacionado à ativação da via celular mTOR, que desempenha um papel fundamental na síntese de proteínas e no crescimento muscular. Por meio dessa ativação, o suplemento estimula a síntese de proteínas, contribuindo para o aumento e proliferação das células musculares.


Como atua o RipFactor?

Além disso, o RipFactor™ atua inibindo o proteassoma 20S, um complexo enzimático responsável pela degradação de proteínas no organismo. Ao diminuir a atividade do proteassoma 20S, o suplemento reduz o processo catabólico, quebrando menos proteínas e preservando a massa muscular conquistada. Isso é especialmente importante para manter um ganho muscular sustentável a longo prazo.


Pesquisas clínicas têm destacado os benefícios do RipFactor™ no ganho muscular sustentável. Estudos realizados com voluntários demonstraram um aumento significativo na força muscular, um acréscimo na circunferência do braço e um ganho de massa muscular em comparação com grupos de controle. Além disso, o suplemento também mostrou a capacidade de aumentar os níveis de testosterona, hormônio essencial para o crescimento muscular, e reduzir os níveis de cortisol, hormônio relacionado ao estresse e que pode ter um efeito contraproducente na hipertrofia muscular.


Como suplementar Ripfactor?

Para obter os benefícios do RipFactor™, é recomendado ingerir uma dose oral diária de 325-650mg, preferencialmente uma hora antes do treino nos dias de atividade física e em jejum junto ao café da manhã nos dias de descanso. Essa prática pode resultar em uma adaptação inicial acelerada para iniciantes e na prevenção do overtraining, quadro de excesso de treinamento, para atletas e praticantes regulares de atividade física.


É importante ressaltar que o ganho muscular sustentável não é apenas resultado do uso de suplementos, mas sim de uma combinação de fatores, incluindo uma alimentação adequada, treinamento físico eficiente, descanso adequado e um estilo de vida saudável como um todo. O RipFactor™ emerge como um aliado valioso nesse processo, potencializando a hipertrofia muscular e melhorando o desempenho durante os treinos.


Lembre-se, a busca pelo ganho muscular sustentável requer paciência, dedicação e uma abordagem completa, mas é reconfortante saber que o RipFactor™ pode estar do seu lado nesse processo, certo?


Referências Bibliográficas:


Davis, B., Murphy, J., & Gora, O. (2019). A Novel Herbal Composition LI12542F6 Improves Muscle Endurance and Strength in Resistance Trained Males (P23-003-19). Current developments in nutrition, 3(Supplement_1), nzz043-P23. 


Kunkel SD, Suneja M, Ebert SM, et al. mTORC1 controls mitochondrial activity and biogenesis through 4E-BP-dependent translational regulation. Cell Metab. 2016;21(4):628-644. DOI: 10.1016/j.cmet.2015.12.004.


Wang Y, Liang Z, Xu X, Ma C, Qu Y, Dong Z. Chlorogenic acid inhibits breast cancer stem cells via down-regulation of the mTOR pathway. Breast Cancer Res Treat. 2012;131(3):1125-1136. DOI: 10.1007/s10549-011-1479-7.


Kazi A, Daniel KG, Smith DM, Kumar NB, Dou QP. Inhibition of the proteasome activity, a novel mechanism associated with the tumor cell apoptosis-inducing ability of genistein. Biochem Pharmacol. 2003;66(6):965-976. DOI: 10.1016/s0006-2952(03)00451-8.

42 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page