top of page

2 enzimas digestivas encontradas naturalmente em alimentos


Possivelmente se você for nutricionista, pode ser que já tenha ouvido a seguinte definição de nutrição: nutrição é a ciência dos alimentos. Pois bem, quando o assunto são as enzimas digestivas, também não fugimos deste conceito. Você como nutricionista, não apenas pode realizar a prescrição magistral de enzimas digestivas, como também pode incentivar o seu consumo através da dieta mesmo, como é o caso das enzimas papaína e bromelina.


Papaína

A papaína pode ser encontrada naturalmente no mamão. Possui ação proteolítica e anti-inflamatória e assim como a bromelina, em geral, é associada com outras enzimas digestivas. Desse modo, essa protease extraída do mamão, pode ser obtida ao comer a fruta crua, ou claro por meio da sua suplementação como comprimidos mastigáveis ou cápsulas regulares, pois além de sua função digestiva por si, pode proporcionar diminuição da dor, inflamação e inchaço.


Bromelina

Enzima presente naturalmente no abacaxi, a bromelina contribui para digestão proteica sendo muito comumente prescrita em associação com outras proteases, pois pode ajudar na digestão, reduzir a dor e trazer benefícios para a pele. Porém, ressalta-se que a bromelina é extraída do fruto ou caule do abacaxi). Curiosamente, a bromelaína também é composta de alguns inibidores de protease que impedem que enzimas de digestão de proteínas específicas fora do intestino quebram as proteínas de que o paciente precisa, além de que ao prescrever ou indicar, atente-se que a bromelina do caule tem um conteúdo de protease mais alto em comparação com a bromelina da fruta.


Referências bibliográficas

Ianiro G, Pecere S, Giorgio V, Gasbarrini A, Cammarota G. Digestive Enzyme Supplementation in Gastrointestinal Diseases. Curr Drug Metab. 2016;17(2):187-193. doi:10.2174/138920021702160114150137


4.508 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page