6 ESTRATÉGIAS QUE PREVINEM A ENDOMETRIOSE

A endometriose atinge cerca de 6 a 10 % das mulheres em idade reprodutiva e, é uma doença dependente do estrogênio, portanto acaba sendo mais presente em mulheres com SOP, devido a descompensação maior deste hormônio. É caracterizada pela presença do tecido endometrial fora do útero, podendo causar dores na região pélvica e infertilidade também.


Sobre este assunto, a nutrição pode ser uma importante aliada no tratamento e controle dos sintomas gerados pela endormetriose. A seguir, iremos abordar sobre algumas estratégias alimentares que podem ser eficientes e interessantes para serem utilizadas.



Uma revisão realizada sobre o tema, destacou primeiramente que o consumo de frutas e vegetais é inversamente associado com o risco de desenvolver a doença. Logo, a primeira estratégia alimentar para prevenir a endometriose é a inclusão desses grupos de alimentos no plano alimentar.


Ao contrário do que foi observado em relação ao consumo de carnes processadas, é importante limitar e reduzir o consumo deste tipo de alimento para evitar maiores riscos do desenvolvimento da doença.


A inclusão de alimentos ricos em polifenóis no plano alimentar também é uma abordagem a ser utilizada. Essa afirmação justifica-se pois devido ao seu poder antioxidante, são capazes de modular atividades de enzimas importantes que estão envolvidas no processo fisiopatológico da endometriose.


Outro composto antioxidante que se mostra eficiente como estratégia alimentar, é o resveratrol que é um tipo de polifenol. Possui ação antineoplásica, antiinflamatória e antioxidante, sendo também importante a inclusão de alimentos ricos em resveratrol no plano alimentar. É encontrado em alimentos com coloração roxa forte, como em uvas e jabuticabas.


A suplementação de ômega-3 atua reduzindo as dores associadas, a menstruação, alterações hormonais e o quadro autoimune, que é comum em pacientes com endometriose. Portanto, sua utilização pode ser uma estratégia interessante para controlar seus sintomas.


Por fim, sabemos que o consumo exagerado de gorduras trans estão associadas a moléculas que participam do processo inflamatório. Desta forma, uma maneira eficiente de evitar um agravamento no quadro inflamatório gerado pela endometriose é reduzindo o consumo deste nutriente.


Essas 6 estratégias alimentares, podem ajudar a prevenir e reduzir os sintomas da endometriose e podem ser interessantes na consulta do nutricionista frente às suas pacientes.


Referências

BULUN, Serdar e; YILMAZ, Bahar D; SISON, Christia; MIYAZAKI, Kaoru; BERNARDI, Lia; LIU, Shimeng; KOHLMEIER, Amanda; YIN, Ping; MILAD, Magdy; WEI, Jianjun. Endometriosis. Endocrine Reviews, [S.L.], v. 40, n. 4, p. 1048-1079, 17 abr. 2019. The Endocrine Society. http://dx.doi.org/10.1210/er.2018-00242

HALPERN, Gabriela; SCHOR, Eduardo; KOPELMAN, Alexander. Nutritional aspects related to endometriosis. Revista da Associação Médica Brasileira, v. 61, n. 6, p. 519-523, 2015.


52 visualizações0 comentário
  • Instagram - White Circle

Entregamos para todo o Brasil

Horário de Funcionamento
Segunda a Sexta-Feira: 08h às 18h.

 

Endereço
Rua Américo Brasiliense, 1256 Chácara Sto. Antônio São Paulo - SP

Telefone: 11 5548-0506

©️2021 por HQ•Content - Todos os direitos reservados.

Pharmacist Manipulação de Medicamentos Ltda Me

CNPJ: 05.455.389/0001-83