top of page

Como acontece a relação entre o CBD e o sistema endocanabinoide?

Atualizado: 7 de dez. de 2022


A principal ação do CBD no organismo humano se dá a partir de sua atuação no sistema endocanabinoide (SE). O SE pode ser considerado como o maior do corpo humano por estar interligado com todos os outros sistemas através de receptores, atuando na manutenção da homeostase e regulação de processos fisiológicos, o que faz com que este se torne fator significativo para a modulação de respostas terapêuticas e, até mesmo, regressão de doenças.


Cada vez mais, o Canabidiol (CBD) ganha destaque na comunidade científica. Isso se dá porque diferentes alvos de ligação e vias de sinalização têm sido elucidadas para justificar os efeitos biológicos observados para o CBD. Dentre estas, o CBD participa da modulação do sistema endocanabinóide. A principal função desse sistema, é cuidar da homeostase do organismo, ou seja, auxiliar a manter as moléculas organizadas de forma "hierárquica". Quando esse sistema é ativado, consegue agir como um fator de neuroproteção, além de atuar na imunidade e inflamação, apoptose e carcinogênese, redução de dor, memória emocional, fome, humor e estresse.


Os receptores canabinóides CB1 e CB2 e as enzimas de síntese e degradação destes endocanabinoides, constituem o sistema endocanabinoide. No SE, tem sido demonstrado que o CBD apresenta baixa afinidade de ligação aos receptores CB1 e CB2, atuando como um modulador alostérico negativo do receptor CB1 e como um antagonista/agonista inverso do receptor CB2, o que justifica em parte a ausência de efeitos psicoativos deste canabinoide.


Enquanto o receptor CB1, é expresso principalmente no sistema nervoso central (SNC) e modula a liberação de neurotransmissores na fenda sináptica através da inibição de canais de cálcio, o receptor CB2 é encontrado em maior quantidade no sistema nervoso periférico (SNP) e em células do sistema imune, estando envolvido na regulação de respostas imunes e inflamatórias. Desta forma, ao modular a atividade de receptores CB1 e CB2, o CBD pode desencadear diferentes efeitos biológicos.


Referências Bibliográficas

Andre CM, Hausman IF, Guerriero G. Cannabis sativa: The plant of the thousand and one molecules. Front Plant Sci. 2016;7(FEB2016):1-17 doi:10.3389/fpls.2016.00019

884 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page