CUIDADO COM A RESTRIÇÃO: CONHEÇA A TRÍADE DA MULHER ATLETA

Atualizado: Jul 21

As restrições alimentares severas são muito comuns nos esportes, tanto a nível amador, quanto profissional, devido a um cuidado excessivo com o peso corporal e a performance. Entretanto, essa restrição alimentar pode acarretar em diversos prejuízos para a saúde da mulher atleta.



A tríade da mulher atleta consiste na inter-relação entre a energia disponível, saúde óssea, e a disfunção menstrual que atinge principalmente mulheres fisicamente ativas, tanto no curto quanto no longo prazo. Sendo assim, a realização de um diagnóstico breve e a prevenção são importantes para que sejam evitados maiores prejuízos.


A baixa disponibilidade de energia se dá pelo balanço negativo entre a energia ingerida e a energia gasta, tanto pela restrição alimentar ou por um aumento no gasto energético total. A ingestão energética menor que 30 Kcal/ Kg de MLG por dia, aponta uma baixa disponibilidade de energia e pode resultar no aparecimento da disfunção menstrual e na baixa densidade mineral óssea.


Portanto, a nutrição adequada é de extrema importância para o controle e prevenção destes sintomas, sendo a educação e a intervenção alimentar e o monitoramento da atleta são os principais pilares a serem trabalhados do ponto de vista nutricional para garantir a saúde da mulher.


Referências

NAZEM, Taraneh Gharib; ACKERMAN, Kathryn E.. The Female Athlete Triad. Sports Health: A Multidisciplinary Approach, [S.L.], v. 4, n. 4, p. 302-311, 21 mar. 2012. SAGE Publications. http://dx.doi.org/10.1177/1941738112439685.


32 visualizações0 comentário