top of page

Por que escolher o Trubeet® para melhorar a sua performance esportiva?

Atualizado: 6 de fev. de 2023


O treinamento físico é um importante pilar na melhora do desempenho esportivo, e não é por acaso que este é um dos pontos principais a serem ajustados na rotina de atletas de alto nível e até mesmo praticantes de algum esporte que querem melhorar na modalidade. Quanto mais um indivíduo treina, se outras variáveis também estiverem adequadas, melhor ele fica em um contexto geral, mais adaptações são feitas no seu organismo e é possível ter uma performance superior a cada novo treinamento.


Entre essas “outras variáveis” encontra-se a nutrição. Um aporte nutricional adequado e individualizado de acordo com os objetivos e fase de treinamento é fundamental para que as adaptações que resultam na melhora de performance possam acontecer. É como se o treinamento fosse o comando para uma determinada ação e a nutrição adequada, os materiais necessários para que essa ação aconteça. Dentro da nutrição voltada para melhora de desempenho esportivo, existe aquilo que chamamos de recursos ergogênicos.


No mundo dos esportes, entende-se por recurso ergogênico uma metodologia de treinamento, artifício mecânico, prática nutricional, substância farmacológica ou técnica psicológica utilizada com o fim de melhorar a performance. Tal melhora pode ser resultado de maior potência física, resistência mental ou limite mecânico. Ou seja, existem diferentes naturezas de recursos ergogênicos, mas aqui, nosso foco é nas nutricionais, e, especialmente, nos suplementos.


O uso de suplementos e alimentos esportivos deve ser muito bem pensado para a realidade individual, considerando-se um equilíbrio entre as recompensas (contribuição para um plano de nutrição esportiva baseado em evidências) e riscos (por exemplo, saúde, violações das regras antidoping) potenciais. Embora não haja como garantir um risco zero de doping associado ao uso de suplementos e alimentos esportivos, a melhor prática envolve estar sempre muito bem informado acerca das diretrizes que apoiam decisões informadas e práticas seguras sobre o uso de suplementos. É sempre importante a realização de 3 perguntas fundamentais antes de se cogitar o uso de qualquer produto: “É seguro?” “É eficaz?” “É permitido para uso no esporte?”.


Entre os suplementos que preenchem com um “sim” a resposta para essas três perguntas, está o nitrato. Os nitratos são precursores de óxido nítrico e parecem favorecer a oxigenação tecidual durante e após a prática de exercício. Dessa forma, alguns benefícios potenciais do seu uso são:

  • Potencializa a vasodilatação, garantindo mais entrega de nutrientes para os músculos durante o exercício e na recuperação, favorecendo as adaptações

  • Melhora a tolerância ao esforço, permitindo aumento de volume/carga/intensidade do treino

  • Proporciona mais eficiência de produção de energia nas células ao exercer efeitos positivos sobre a respiração mitocondrial

  • Retarda a fadiga.


Existem fontes de nitrato na dieta, como o espinafre, repolho, couve e a beterraba, porém, para alcançarmos quantidades satisfatórias, o volume de alimento consumido seria muito elevado. E aí entra o potencial da suplementação aguda, que garanta pelo menos 400 mg de nitrato, entre 1,5 até 3 horas antes da realização do exercício, especialmente HIIT (exercícios intervalados, como o Crossfit) ou exercício de endurance realizado até a exaustão, melhoram a performance esportiva e cardiorespiratória.


E aí também, é onde entra o Trubeet® nisso tudo! Esse fitoativo exclusivo trazido pela Simple Pharma para o mercado brasileiro é obtido da Beta vulgaris (beterraba), a partir de um processo de extração 100% natural. Esse produto foi padronizado em 6% de nitratos, disponível em uma dose de 500mg, proporcionando uma elevada concentração do ativo. Além disso tudo, ainda é um produto vegano, livre de transgênicos e aditivos sintéticos.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Porrini, M., & Del Boʼ, C. (2016). Ergogenic Aids and Supplements. Sports Endocrinology, 128–152. doi:10.1159/000445176

BOHME, M.T.S. Relações entre aptidão física, esporte e treinamento esportivo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, Brasília, v.11, n.3, p.97-104, 2003.

CLIFFORD T et al. The potencial benefits of red beetroot suplementation in health and desease. Nutrients. 2015; 7 (4): 2801 - 2833.


266 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page