top of page

Qual a relação da cúrcuma com a recuperação muscular?


Dentre as inúmeras atuações da cúrcuma está a melhora da recuperação muscular. O principal composto ativo da cúrcuma, a curcumina, possui propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias e vários estudos demonstraram que ela pode reduzir a dor muscular e a inflamação após o exercício. Por isso, vamos entender melhor qual a relação da cúrcuma com a recuperação muscular.


Inflamação e exercício físico


A inflamação é caracterizada por uma cascata de eventos celulares e moleculares. Nesse sentido, o exercício físico leva a uma resposta inflamatória robusta caracterizada principalmente pela mobilização de leucócitos e aumento de mediadores inflamatórios circulantes produzidos por células imunes e diretamente do tecido muscular ativo.


Estudos indicam que a modulação da resposta inflamatória relacionada ao exercício depende de fatores como regularidade, intensidade, duração e tipo de esforço aplicado. A vista disso, o exercício intenso, pode causar fadiga, danos musculares e uma diminuição no desempenho. Por isso, uma recuperação mais rápida permite um treinamento consistente na intensidade da competição e pode levar a uma melhor taxa de adaptação e desempenho.


Mecanismos na recuperação muscular


Um dos principais efeitos da curcumina na recuperação muscular é sob músculo esquelético lesionado, principalmente por meio da diminuição da concentração de citocinas inflamatórias no músculo esquelético após o exercício. Isso porque ela pode suprimir a ativação de NF-KB (fator nuclear kappa B), processos envolvidos na regulação da inflamação e proteólise no músculo, resultando em um efeito protetor muscular. Além disso, a curcumina pode inibir a produção de prostaglandina através da regulação da COX-2, importante enzima pró-inflamatória.


Cúrcuma e recuperação muscular


Numerosos estudos vêm demonstrando seus efeitos. Um estudo recente, avaliou o efeito de diferentes doses de curcumina e demonstrou que ela reduz o dano muscular após exercícios intensos que danificam os músculos. Outro estudo clínico em homens também evidenciou que a curcumina reduz o estresse oxidativo causado por atividades vigorosas e repetitivas que, por sua vez, reduz a inflamação e acelera a recuperação muscular.


Por fim, um estudo de revisão e metanálise, observou um efeito significativo da suplementação de curcumina na redução da creatina quinase (CK) e dor muscular. Além disso, uma análise de subgrupo também resultou em uma diminuição significativa nas concentrações de creatina quinase no índice de dor muscular de acordo com acompanhamentos após o exercício, dose de curcumina, duração dos estudos, tipo de exercício, status do treino e desenho do estudo.


Referências bibliográficas

FANG, Wang; NASIR, Yasaman. The effect of curcumin supplementation on recovery following exercise‐induced muscle damage and delayed‐onset muscle soreness: a systematic review and meta⠰analysis of randomized controlled trials. Phytotherapy Research, [S.L.], v. 35, n. 4, p. 1768-1781, 10 nov. 2020. Wiley. http://dx.doi.org/10.1002/ptr.6912.


TAKAHASHI, M. et al. Effects of Curcumin Supplementation on Exercise-Induced Oxidative Stress in Humans. International Journal Of Sports Medicine, [S.L.], v. 35, n. 06, p. 469-475, 28 out. 2013. Georg Thieme Verlag KG. http://dx.doi.org/10.1055/s-0033-1357185.


DAVIS, J. Mark et al. Curcumin effects on inflammation and performance recovery following eccentric exercise-induced muscle damage. American Journal Of Physiology-Regulatory, Integrative And Comparative Physiology, [S.L.], v. 292, n. 6, p. 2168-2173, jun. 2007. American Physiological Society. http://dx.doi.org/10.1152/ajpregu.00858.2006.

1.527 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page