top of page

Qual o papel do zinco na imunidade?

O papel do zinco na imunidade é reconhecido há várias décadas, sendo importante para a manutenção e desenvolvimento de células imunes do sistema imunológico inato e adaptativo. No sistema imunológico inato, o zinco contribui para o desenvolvimento, manutenção e ação dos neutrófilos, monócitos, macrófagos e as células natural killer, responsáveis pela nossa primeira linha de defesa contra patógenos.


O papel do zinco

No sistema imunológico adaptativo, o zinco influencia na diferenciação e crescimento dos linfócitos T e anticorpos, que são responsáveis por reconhecer, combater e criar memórias de defesas. 


Essa regulação do zinco é vital para evitar distúrbios imunológicos, pois a deficiência de zinco, pode levar a atrofia tímica, linfopenia, respostas imunes celulares e mediadas por anticorpos prejudicadas e até mesmo aumento da inflamação.


A falta de zinco tem sido associada a uma série de condições inflamatórias, como alergias, asma, dermatites, doenças inflamatórias intestinais, câncer de pulmão, rinite crônica, entre outras. Portanto, manter níveis adequados de zinco é essencial para manutenção das células imunes, para regular as vias inflamatórias e para promover a saúde do sistema imunológico.


Zinco auxilia no intestino?

O zinco também é essencial para a integridade da pele e das membranas mucosas, que desempenham um papel crucial como barreiras físicas contra invasores patogênicos. Ele contribui para a manutenção da integridade da barreira epitelial intestinal, que é a primeira linha de defesa do corpo contra patógenos. Uma barreira epitelial saudável ajuda a prevenir a entrada de patógenos no corpo. Além disso, o zinco auxilia na redução da replicação de certos vírus e na diminuição da gravidade e da duração de infecções virais, como resfriados e gripes. 


O equilíbrio do zinco no nosso corpo interrompido, causa função imunológica prejudicada, levando a uma defesa comprometida, um risco aumentado de inflamação excessiva e aparecimento de doenças. Na deficiência a suplementação deste mineral se torna essencial para restabelecer os níveis de zinco e o fortalecimento da imunidade. 


Referências Bibliográficas:

Bonaventura P, Benedetti G, Albarède F, Miossec P. Zinco e seu papel na imunidade e inflamação. Autoimmun Rev. 2015 Apr;14(4):77-85. doi: 10.1016/j.autrev.2014.11.008. Epub 2014 24 de novembro. PMID: 25462582.

15 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

コメント


bottom of page