top of page

Qual o papel do resveratrol para o emagrecimento?


O resveratrol é um composto polifenólico natural encontrado abundantemente em alimentos de origem vegetal, como a casca de uvas, amendoim e frutas vermelhas. Dentre suas inúmeras aplicações na saúde, vem sendo estudado acerca da sua atuação na reprogramação metabólica em modelos translacionais bem como o seu papel no emagrecimento.


Sirtuínas, resveratrol e emagrecimento


O resveratrol estimula enzimas chamadas sirtuínas, que controlam funções importantes em todo o corpo, incluindo reparo de DNA, envelhecimento celular e produção de gordura. As sirtuínas também podem aumentar as mitocôndrias, consideradas as usinas de força dentro das células onde os nutrientes e o oxigênio se combinam para produzir energia.


Frente a isso, o resveratrol através da ativação de sirtuínas, mais especificamente a SIRT1, pode promover modificações na taxa metabólica do corpo para aumentar o gasto de energia e promover a perda de peso, bem como reduzir a gordura corporal inibindo a formação de novas células de gordura e aumentando a quebra da gordura armazenada.


Resveratrol e emagrecimento


O resveratrol, pode auxiliar no processo de emagrecimento. Um estudo de meta-análises de ensaios clínicos randomizados, ou seja, estudos conduzidos em humanos, demonstrou que, no geral, a ingestão de resveratrol reduziu significativamente o peso, o índice de massa corporal (IMC), a circunferência de cintura e a massa gorda, e aumentou significativamente a massa magra.


O resveratrol também diminui a absorção de glicose dos intestinos para a corrente sanguínea. Isso evita o acúmulo excessivo de açúcar que é a principal causa de diabetes e ganho de peso ao longo do tempo. Em um estudo clínico randomizado, duplo-cego e controlado por placebo, analisou os efeitos da administração de resveratrol (500 mg 3 vezes ao dia) por 90 dias em 24 pacientes com síndrome metabólica.


Os resultados demonstraram que o peso total, índice de massa corporal (IMC), massa gorda e circunferência da cintura foram todos significativamente diminuídos após a intervenção, em comparação com os do grupo placebo.


Em resumo, as evidências de modelos confirmam os benefícios do resveratrol na obesidade e distúrbios metabólicos relacionados. Embora estudos tenham mostrado que várias vias metabólicas, como adipogênese, lipogênese, apoptose, lipólise, termogênese e oxidação de ácidos graxos, podem ser alvos eficazes para o resveratrol, o mecanismo específico que explica seu efeito não é completamente compreendido.


Referências bibliográficas

HILLSLEY, Ashley et al. Resveratrol for Weight Loss in Obesity: an assessment of randomized control trial designs in clinicaltrials.gov. Nutrients, [S.L.], v. 14, n. 7, p. 1424, 29 mar. 2022. MDPI AG. http://dx.doi.org/10.3390/nu14071424.


TABRIZI, Reza et al. The effects of resveratrol intake on weight loss: a systematic review and meta-analysis of randomized controlled trials. Critical Reviews In Food Science And Nutrition, [S.L.], v. 60, n. 3, p. 375-390, 13 nov. 2018. Informa UK Limited. http://dx.doi.org/10.1080/10408398.2018.1529654.


DELPINO, Felipe Mendes et al. What is the effect of resveratrol on obesity? A systematic review and meta-analysis. Clinical Nutrition Espen, [S.L.], v. 41, p. 59-67, fev. 2021. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.clnesp.2020.11.025.


KIM, Oh Yoen; CHUNG, Ji Yeon; SONG, Juhyun. Effect of resveratrol on adipokines and myokines involved in fat browning: perspectives in healthy weight against obesity. Pharmacological Research, [S.L.], v. 148, p. 104411, out. 2019. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.phrs.2019.104411.

4.353 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page